Arquivo mensal: Janeiro 2014

natal

Aniversário

Caros leitores
O Renascimento celebra o seu 87º aniversário e ao longo do seu tempo de vida muito se escreveu sobre a história de Mangualde e dos Mangualdenses. Uma história que não se apaga. Além da história a sua missão principal é levar notícias até aos quatro cantos do mundo. Foi assim, e continuará a ser. Como é o dever de um órgão de comunicação regional.
Saiu para as bancas em 20 de janeiro de 1927, sendo o sr. Dr. José Henriques Pereira Júnior seu fundador. Homem corajoso e com visão estratégica, tendo mesmo passado pela censura daqueles tempos.
Deste jornal já fizeram parte pessoas e pessoas ilustres do nosso concelho e não só.
Grandes homens já fizeram o jornal mas o jornal também já fez grandes homens. Alguns mesmo, estiveram mais tarde à frente dos destinos dos Mangualdenses.
Durante os anos, muitos já foram os que agoiraram a sua morte, mas esta não aconteceu e o jornal foi inclusivé reanimado com novos formatos: um design modermo e acesso online às notícias em www.jornalrenascimento.pt
O jornal é uma vida que passa por altos e baixos. Não são só rosas. A última vez que esteve para morrer foi como todos se lembram em junho de 2012 e não fosse eu a assumir responsabilidades, teria mesmo acabado. Aqui estou eu a tratar este seu jornal com amor e carinho para que ele continue a chegar a sua casa com as melhores notícias e qualidade.
Agora vamos olhando em frente, para mais e melhores anos de Renascimento. Continuaremos sempre a celebrar os marcos que vamos conquistando e trabalhamos diáriamente para que um deles seja o centenário.
Quero agradecer a todos os assinantes, anunciantes, leitores e colaboradores. O meu bem haja pela preferência deste seu jornal Renascimento.
Um abraço amigo[/s2If]

SANFONINAS

dr. jose

«Fui tratada como lixo»

Penso que, aos poucos, ainda que não primem pela inteligência, os que, de um momento para o outro, se viram com poder nas mãos, sem para tal estarem preparados na universidade da vida, irão aprendendo o significado de algumas das expressões que os mais experientes repetem, repetem, repetem…
Tornar-se assinante para continuar a ler…