Arquivo diário: 3 de Maio de 2018

EDITORIAL Nº 730 – 1/5/2018

serafim tavares
Caro leitor
Vou dar-lhe a conhecer o discurso sobre o 25 de abril, no dia seguinte, na Assembleia Municipal de Mangualde.
Exmª Senhora Presidente da Assembleia Municipal de Mangualde, dignissima mesa, Exmº Sr. Presidente da Câmara, Srs. Vereadores, caros colegas, público em geral, minhas Senhoras e meu Senhores:
Comemorou-se o 25 de abril, 44 anos de liberdade. Vivemos assim em democracia, em que, cada uma e cada um desfruta daquilo que planta ou plantou.
No dia 25 de Abril de 1974 eu tinha 14 anos, mas estou convencido que também assim era, exceto em tempo de guerra por que passamos. Recordo-me ouvir a meus pais e vizinhos que os bens essenciais eram confiscados. O meu avô chegou a esconder cereais em pipas que eram do vinho.
A PIDE controlava o país, mas controlava mais os desordeiros, assim como hoje, os desordeiros vão presos. Depois do 25 de abril, chamaram a todos os presos – presos políticos – o que eu duvido que fossem todos por política. Hoje, ouvimos muita gente a reclamar o antes do 25 de abril, mas eu entendo que é só um desabafo e é um desabafo por tudo o que vêm e ouvem é uma revolta que sentem pelo fato de não poderem fazer nada contra o que está mal, e têm razão, muita coisa vai mal.
Este executivo selecionou empresas para fornecer esta Câmara Municipal que é de todos os mangualdenses, que é e devia ser, mas não é.
Este executivo devia pedir orçamentos quando tem necessidade de trabalhos a várias empresas. Não o faz, prejudicando assim todos os mangualdenses.
Proclamamos liberdade, sim… Assim o parece, mas hoje existe muito mais controle do que antes do 25 de abril.
As autoridades querendo, sabem sempre onde andamos, pelo multibanco, pelo carro ou pelo telemóvel. Ninguém escapa a este controle, mas ainda assim, viva a Liberdade.

Abraço amigo,

IMAGINANDO

francisco cabral
Parte 36
Vou debruçar-me desta vez, na palavra Perfeição.
Como a entendemos? Tudo está em sintonia e a harmonia reina no Todo. Nada está fora do sítio, porque se inclui na vibração do Universo. Ele é Perfeito, é a Verdade.
Porque razão existem ricos e pobres, bons e menos bons, saudáveis e menos saudáveis quando tudo devia ser perfeito?
Depois de muito pensar e na minha imaginação conclui o seguinte:
Tornar-se assinante para continuar a ler…

OS CÃES

juiz
Todos observamos, no dia a dia, o carinho que algumas pessoas nutrem pelos cães que com elas coabitam. Por vezes referem-se aos animais como se fossem seus descendentes. Há dias, constatámos que duas senhoras, que acabavam de ser apresentadas uma à outra, se dispuseram a falar dos filhos, o que entre mulheres é muito natural, como todos sabemos. Tornar-se assinante para continuar a ler…

18º CONVÍVIO DE BENFIQUISTAS

Realizou-se pela 18ª vez, na localidade de Moimenta de Maceira Dão, no passado dia 29 de abril, o convívio anual de Benfiquistas.
Mais uma vez e como é já habitual, este convívio que tem lugar na Casa do Povo daquela localidade conta não só com pessoas de Moimenta do Dão, mas de todo o concelho, que em salutar convívio vivem o amor pelo seu clube – o Benfica.
A organização está a cargo de uma comissão que todos os anos é nomeada, sendo que os lucros resultantes do convívio, acumulam para o ano seguinte, se não houver lucros e sim prejuízos, estes, são suportados por todos os elementos da comissão.