HÁ DE TUDO…COMO NA BOTICA

Por Humberto Pinho da Silva

Ao ouvir, na TVI, o caso das crianças adotadas por dirigentes da IURD, lembrei-me de pobre-diabo, que conheci no Café “ Chave D’ouro”, no Porto.
Certa tarde – já lá vão décadas, – achei-me a conversar com evangelista, que se intitulava: pastor.
Tornar-se assinante para continuar a ler…