As Eleições Europeias

Foto
Faltam poucos dias. São já no dia 26 de Maio.
Quando se escreve para um Jornal e se tem o gosto de comunicar, manifestamos livremente as nossas opiniões, ideias e pensamentos.
Todos nós temos esse direito. É um conceito fundamental da Democracia protegido pela Declaração Universal dos Direitos do Homem e pela nossa Constituição da República.
É o nosso suporte da Democracia. Assim, podemos todos exprimir ideias e opiniões diferentes e até contraditórias.
Escrever nos Jornais, ser Jornalista, é estar mais próximo da vida real. E a primeira missão de um jornalista é informar. Para isso tem o direito de fazer perguntas. A pergunta é uma ponte de entendimento entre os Homens.
E a pergunta aqui vai. Porque escolheu o Partido Socialista para cabeça de lista às eleições Europeias o ex- ministro Pedro Marques ?
A resposta não é fácil. Para muitos portugueses, mesmo que sejam do Partido Socialista, é difícil de perceber.
Pedro Marques é um mau representante de Portugal na Europa e uma má escolha entre os socialistas.
Em artigo publicado no Jornal Renascimento em 15 de Março do corrente ano, sob o título –“ A Ver Os Comboios a Passar “, dava-mos conta da sua má prestação como ministro do Planeamento e das Estruturas. Uma péssima execução das verbas para o Plano Ferroviário para Portugal. Apenas executou 7%.
Com o decorrer da campanha nota-se que é um candidato sozinho no terreno, uma total ausência de combate político, sem aparelho, isto é, sem acompanhamento das figuras do partido, excepto quando António Costa aparece a dar apoio. E quando aparece António Costa, ofusca Pedro Marques, tira-lhe palco e acaba por o apagar. Os outros contundentes, líderes dos partidos concorrentes, esquecem Pedro Marques , ignoram-no e respondem a António Costa.
E outra pergunta! Não é muito melhor a segunda figura da lista Maria Manuel Leitão Marques? Uma socialista com provas dadas, várias vezes ministra, com trabalho feito, com prestígio!
Ouvi comentadores nas televisões associarem Pedro Marques, como dos piores ministros e Maria Manuel Leitão Marques entre os melhores.
Foi irritante ver há dias Pedro Marques numa televisão atacando os outros concorrente por nada terem feito a dizer : – Eu tenho obra!
A obra está á vista de todos. Dos 2,7 mil milhões que anunciou para modernizar os Caminhos de Ferro Portugueses até 2020, que é daqui a meses, só investiu 158 milhões de euros.
Deixou o Governo, passa para outro posto, segue a sua carreira alvejando postos mais altos e nada acontece. Não presta contas do seu mandato ao País.
E agora a última pergunta. Em quem votar nas próximas eleições Europeias?
Os portugueses têm uma grande tarefa pela frente. As eleições Europeias são de cinco em cinco anos. O voto tem pois cinco anos de duração. Depois de votar já nada há a fazer. É preciso ter muito cuidado, escolher bem. Tarefa muito difícil.